Notícias

Jérémie Zimmerman abre #CryptoRave com debate sobre liberdade na era digital

Ativista da organização francesa Quadrature du Net participa com o professor Sergio Amadeu da Silveira de discussão sobre as transformação da Internet num aparato militar de espionagem e vigilância em massa.

Jérémie Zimmermann, porta-voz e co-fundador da organização européia de defesa dos direitos e liberdades dos cidadão na Internet, a Quadrature du Net, estará presente na discussão que abre a CriptoRave, no próximo dia 11. O ativista francês participa com o professor Sérgio Amadeu da Silveira de debate sobre Cyberguerra e Militarização da Internet. Zimmermman tem participação direta nas principais lutas contra a aprovação de legislações que defendem a privação dos direitos e liberdades de cidadãos em rede.

Em 2012, recebeu o prêmio Pioneer, por sua ação contra a ACTA (Acordo Comercial Anticontrafação, em inglês Anti-Counterfeiting Trade Agreement), articulação internacional entre 39 países que propõe uma série de restrições às possibilidades de compartilhamento de cultura na rede. Ano passado, o parlamento europeu rejeitou a lei que possibilitaria a adesão dos países da União Européia ao acordo.

As ações promovidas pelo Quadrature du Net – organização que promove debates e lobby em torno das políticas públicas relativas à liberdade de expressão, direito autoral, regulamentação das telecomunicações e privacidade online – tiveram uma grande relevância na decisão dos parlamentares.

“Se aprovado, o ACTA seria a maior ameaça à liberdade de expressão online, provocando uma incerteza legal para todos. Nem tudo deve estar sob a ordem de uma política capitalista de copyrights. É preciso reelaborar essas ideias, repensar o que seriam direitos autorais no nosso tempo.”, declarou Zimmermann em entrevista publicada em 29 de março, no jornal O Estado de São Paulo.

Por isso, neste ano, a organização, financiada em grande parte por doações individuais de cidadãos de todo o mundo, promove em seu site ampla discussão sobre a necessidade de se discutir uma nova lei de direitos autorais para a Europa. O Quadrature du Net lançou uma plataforma de propostas, onde todos podem participar dando sugestões ao texto que será encaminhado ao parlamento europeu, nos moldes da consulta pública realizada durante o processo de discussão do Marco Civil da Internet, aqui no Brasil.

 

O exemplo brasileiro

Zimmermann é um defensor da neutralidade de rede, por isso comemora a aprovação do Marco Civil da Internet pela Câmara dos Deputados do Brasil.

“Os governos devem proteger as liberdades fundamentais de seus cidadãos. É seu dever, legal e político. Aí entra a neutralidade da rede. É uma intervenção do Estado para regular o comportamento das companhias que, por interesses particulares, tende a ameaçar os direitos de seus cidadãos.”, declarou na entrevista acima citada. E complementa: “A liberdade é uma característica cultural, histórica e tecnológica da internet, que foi pensada assim, livre, há 25 anos. Mas, nos últimos 15, as operadoras viram como a tecnologia poderia servir para restringir as liberdades.”

Depois de duas grandes vitórias, o desafio continua. Na noite do próximo sábado, Zimmermann – que é colaborador do livro organizado por Julian Assange “Cypherpunks – Liberdade e o Futuro da Internet”,debate com Sergio Amadeu um outro risco à liberdade e à existência da própria internet: seu uso militar e a vigilância em massa. O debate ocorre no Centro Cultural São Paulo, no dia 11, a partir das 20h30 e a entrada é gratuita.

Leia a entrevista na íntegra.

//www.estadao.com.br/noticias/suplementos,inicializando,1146721,0.htm

 

Serviço:

O que: Cyberguerra e Militarização da Internet

Debate sobre a transformação da Internet num aparato militar de espionagem e vigilância em massa. Sérgio Amadeu (UFABC) e Jérémmie Zimmermann (La Quadrature du Net)

Quando: 11/04 20h00 – 21h30, na abertura da CryptoRave

Onde: CryptoRave, Centro Cultural São Paulo, rua Vergueiro, 1000 – Paraíso, São Paulo – SP, 01504-000 – (11) 3397-4002

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + dois =