Notícias

Cryptorave leva aproximadamente 2 mill pessoas para discutir a defesa da privacidade e para popularizar o uso da cryptografia

logo.png

A Cryptorave parece ter marcado o inicio de um novo cenário de luta pela privacidade e anti-vigilância digital no inicio de 2014.

O evento começou na sexta-feira, 11 de abril, às 20h, e só terminou às 20h do dia seguinte. A abertura contou com a participação de Jérémie Zimmermann, porta-voz e co-fundador da organização européia de defesa dos direitos e liberdades dos cidadão na Internet, a Quadrature du Net. Na mesma mesa, o sociólogo e professor da UFABC, Sérgio Amadeu, debateu junto com Zimmermann a Cyberwar e a militarização da Internet. Cerca de 400 pessoas participaram do debate que durou quase 2 horas.

A cryptorave contou com diversas oficinas para o aprendizado de técnicas e instrumentos de proteção da privacidade, da comunicação mais segura e da navegação anômima na Internet. Com mais de 28 atividades simultâneas em apenas 24 horas, diversas palestras trataram de criptografia, de liberdade na rede, de uso das tecnologias para a proteção de liberdades fundamentais em uma sociedade informacional, diante do poder crescente das corporações de controle.

Uma trilha específica trouxe diversos hackers para apresentar os processos de interceptação, intrusão e coleta de informações, via web e via aparelhos móveis. A Cryptorave teve balada que começou à zero hora do sábado e bombou no Centro Cultural São Paulo com diversos DJs. O encenrramento contou com a banda dos desenvolvedores de software livre, coordenados pelo professor Fabio Kon, estudantes da matemática, ciência da computação e da música da USP.

Além do clima eletrizante do evento, a presença massiva de pessoas comprovou a nossa tese do crescente interesse das pessoas pelos temas da liberdade e da defesa da privacidade na comunicação digital. Por isso, a Actantes, um dos coletivos que organizou o evento, considera fundamental reunirmos os ativistas e interessados em utilizar, reconfigurar e criar tecnologias para essas causas políticas. Entre em contato com a gente. Participe da luta pela liberdade e privacidade na rede. Seja um Actante.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 6 =