Notícias

Fibras comunitárias e a democratização do acesso à rede

Ativistas estadunidenses estudam alternativas para buscar independencia dos provedores de internet convencionais. Atualmente temos inumeras razões para nos queixar em relação ao serviço de internet. Aqui no Brasil por exemplo, empresas como a Telefonica (atual Vivo) são lideres dos rankings de insatisfação no que se refere a qualidade do serviço prestado. Na construção do Marco civil da internet, por exemplo, essa questão era uma das mais discutidas dentro do debate sobre a neutralidade na rede.

 

Uma possível alternativa encontrada por esses ativistas seria a “fibra comunitaria”, em outras palavras, cada comunidade ou região poderia administrar o trafego de dados em fibra ótica, aumentando assim, a competitividade e quebrando o atual oligopólio que distribui atualmente os pacotes de internet.

A ideia ainda esta sendo aprimorada, questões como a relação dos governos na administração dessas fibras comunitarias ainda são polêmicas e requer debates mais aprimorados para encontrar soluções seguras e democraticas no que se refere a privacidade e liberdade de expressão.

Ainda é cedo, mas essas alternativas nos aproximam da possibilidade de vivermos em “cidades inteligentes” cuja a sua manutenção poderá ser feita por meio de softwares.

Leia mais em://www.eff.org/deeplinks/2014/07/hate-your-isp-maybe-you-need-community-fiber

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + cinco =